Anúncios

Por muito tempo, a rosa do deserto caiu no imaginário dos amantes das rosas e das pessoas que querem adicionar mais beleza à paisagem.

Anúncios

Também chamada de rosa do deserto, é uma bela variedade que sempre atraiu os amantes das rosas. Tem grande potencial para decoração por que atraem os olhos de moradores e visitantes, além de transmitir prazer e paz.

Mas para tê-la em casa, é sempre bom saber sua origem e os cuidados necessários para mantê-la saudável e brilhante.

Anúncios

O que é a Rosa do Deserto?

Mesmo não sendo uma rosa brasileira, pode se adaptar facilmente aos países tropicais, pois é cultivada em lugares muito quentes.

Com um caule grosso, a rosa do deserto é cultivada em áreas desérticas e possui uma estrutura forte que resiste a ventos fortes, além de ter um local para armazenar água.

Anúncios

Por possuir essas características, é indicado para a prática do bonsai, o antigo método japonês de cultivo de pequenas plantas em áreas controladas.

Sua aparência é a de uma pequena árvore com raízes expostas.

Qual é o Significado da Rosa do Deserto?

Rosa do Deserto

Esta rosa charmosa que atrai muitas pessoas na verdade é chamada de adenium obesum e pertence à família Apocynaceae.

Este tipo de planta pode atingir 4 metros de comprimento e 1,5 metros de largura. Mas isso é se crescer em seu ambiente natural.

Além disso, suas rosas expressam prazer e possuem grande valor decorativo. Entre seus vários tipos, existem rosas de tonalidades e cores muito diferentes, como na cor rosa, vermelho, branco, lilás ou bicolor e até as mais raras no tom escuro.

Então, não tem como não se apaixonar por uma linda rosa do deserto.

Qual é a Origem da Rosa do Deserto?

Originária da África do Sul e da região da Península Arábica, suporta bem as altas temperaturas, diferentes tipos de solo e até mesmo a baixa umidade ou contato com a água. É por isso que está bela planta tem esse nome.

Ela vem em muitas cores, mas a rosa do deserto azul e branca está entre as favoritas.

Como Cuidar de Uma Rosa do Deserto?

Muito versátil, a rosa do deserto pode ser plantada diretamente no solo ou em vasos. No entanto, o cultivo em vasos permite ter esta planta dentro ou fora de casa e acrescentar cachecóis à decoração natural.

Anúncios

Para fazer isso, separe um vaso de tamanho adequado para o caule grosso da planta. Em seguida, prepare um substrato rico em matéria orgânica e boa drenagem.

Com tanta beleza, é preciso saber cultivá-la para mantê-la bonita e saudável. Além disso, o vaso deve estar em um local quente e em contato direto com a luz do sol.

Portanto, com esses cuidados simples e básicos, sua planta crescerá forte, saudável para deixar o ambiente ainda mais bonito e decorado.

Se você já tem em casa ou quer comprar e quer saber quais cuidados são mais indicados, se atente a todas essas dicas.

Anúncios
Rosa do Deserto

Cuidando do Plantio de Sementes

Ao plantar sementes de rosas amarelas do deserto ou outras tonalidades, coloque muitas pedras no fundo do vaso e use TNT para evitar que as raízes cresçam no recipiente.

Por ser uma espécie amante do calor, é melhor plantar as sementes em uma mistura de areia grossa, terra e húmus de minhoca. Tudo isso fará com que ela se desenvolva da maneira mais adequada.

Um Lugar Perfeito para Uma Rosa do Deserto

Depois de aprender a cultivar uma rosa do deserto, você não pode esquecer que a natureza também contribui para o seu bom desenvolvimento.

Por ser uma espécie usada em áreas desérticas, é melhor cultivá-la em uma área onde os raios do sol possam atingir a planta diretamente.

Dê preferência a locais como a varanda e o quintal, onde o sol possa penetrá-los facilmente. Fique atento às temperaturas, para que elas não sejam inferiores a 14°C.

Identifique as Cores da Rosa do Deserto

Muitas pessoas se perguntam quantas cores as rosas do deserto têm. Saiba que esta espécie possui diferentes tonalidades, desde o branco, o vinho, o preto, o vermelho e o lilás.

Para saber sua cor, a primeira coisa é identificar sua origem e como foi cultivada.

Por exemplo: se essas espécies vêm de uma estufa, a polinização é feita com duas espécies semelhantes e não sofreram polinização por insetos, provavelmente você obterá a cor desejada.

Como Regar e Podar uma rosa do Deserto

Como dissemos, esta espécie não precisa ser regada o suficiente para que seu crescimento seja saudável.

Ao regar, escolha vasos com boa drenagem, pois o solo não deve estar muito úmido. Nunca regue demais uma rosa do deserto para que suas raízes não apodreçam.

A melhor época para podar sua planta de rosas do deserto é durante o mês mais claro dos meses mais secos do ano, entre o outono e o inverno, especialmente nos meses de julho e agosto.

A rosa do deserto pode durar décadas ou mesmo séculos, dependendo do método de cultivo, meio ambiente e cuidados de irrigação da planta.

Saiba Distinguir as Espécies

Rosa do Deserto

Antes de aprender a distinguir suas espécies, muitas pessoas se perguntam se a rosa do deserto é venenosa? A resposta é sim. Assim, durante a jardinagem é sempre bom usar luvas.

Mas, não se preocupe na hora de comprar, pois com os devidos cuidados, você não terá problemas.

Para te ajudar a escolher a rosa perfeita para sua casa, separamos os tipos mais populares aqui.

  • Adênio Obesum

Esta espécie é facilmente encontrada na África subsaariana em regiões como Quênia, Sudão e Senegal.

Seu período de floração é bastante longo e ocorre no verão, mas no inverno, se estiver em uma área coberta, a rosa azul do deserto continua a crescer, assim como outras tonalidades.

Suas rosas são de vários tamanhos, até 10 centímetros de diâmetro, dependendo de como são cultivadas. As pontas de suas pétalas variam entre rosa e vermelho.

  • Adenium Multirosaum

Esta variedade é uma das mais disponíveis e floresce entre maio e agosto. Suas rosas são lindas e abundantes, consideradas uma das mais belas rosas do deserto.

Adenium multirosaum tem pétalas em forma de estrela com margens vermelhas brilhantes e partes internas brancas.

  • Adenium Swazicum

Esta espécie cresce na região oriental da África do Sul. Adenium swazicum é frequentemente encontrada em florestas e muitas vezes em solos arenosos e salinos.

Suas rosas estão prontamente disponíveis nas cores rosa e lilás e ficam ótimas em decorações de jardim e varanda.

  • Adênio da Somália

Esta espécie é encontrada no sul da Somália, Tanzânia e Quênia. Nessas regiões, a adenium somali pode atingir 15 metros de altura.

As rosas desta espécie são menores do que outras espécies, mas têm um grande caudex grosso. Suas listras brancas e vermelhas dão um charme a esse tipo de planta do deserto.

Ela é muito utilizada pelos amantes de bonsai, mas é difícil de encontrar em floriculturas.

  • Adenium Crispum

As espécies de Adenium crispum têm rosas brancas e pétalas listradas em tons de vermelho. Tem rosas pequenas, margens onduladas e é muito bonita e encantadora.

Esta planta floresce durante todo o ano, mas com dormência no inverno, atinge 15 centímetros de altura em menos de dois anos. Então é isso, se atente a todas essas dicas e mantenha sua rosa do deserto sempre linda e saudável.

Veja também:

Chifre de Veado: Como Cuidar dessa Planta Exuberante

Como Cuidar da Begônia Maculata e Ter Essa Bela Planta

Como Plantar a Flor Onze Horas

Planta Jiboia Prateada: Aprenda a Cultivar e Fazer Mudas

Curtiu este artigo? Então conte para nós no comentário abaixo. Compartilhe com seus amigos e familiares! Para mais conteúdo como este, fique mais perto da gente e siga nossas redes socias: FACEBOOK, INSTAGRAM, PINTEREST.

Clique e adicione Pitada de Saúde ao seu feed do Google Notícias:

Categorizado em: