Anúncios

Na hora de comprar uma orquídea, essa planta costuma vir acompanhada de um vaso de plástico, uma opção simples e barata para quem trabalha com essa espécie.

Porém, surge a pergunta: é necessário trocar o recipiente? O tipo de vaso influencia muito no desenvolvimento das orquídeas, por isso é importante estar atento a essas mudanças.

No entanto, qual seria a melhor coisa para investir? Há muitas maneiras de escolher, desde plástico, cerâmica, argila, entre outros.

Anúncios

Portanto, se houver necessidade de trocar o vaso porque a planta cresceu demais ou você apenas deseja agregar algum valor de beleza à sua planta com outro vaso, escolher o correto é importante.

Confira os mais indicados tipos de recipientes para suas orquídeas.

Recipientes de Plástico

Orquídeas

Como mencionado, o plástico é uma opção barata e flexível para o cuidado das plantas e é inofensivo. Só é necessário prestar atenção na estrutura do recipiente, mas isso depende do que você pretende distribuir a espécie.

As orquídeas precisam de um ciclo de água, passando por períodos úmidos e secos para prosperar. No entanto, isso só é possível com um bom sistema de drenagem.

Por isso, plante em vasos com furos, fundo e laterais, que evitem a retenção do excesso de umidade. Dessa forma, é possível usar até mesmo uma garrafa PET como recipiente, desde que sejam feitos furos no material.

Recipientes de Argila

Quem cuida de orquídeas há algum tempo certamente apreciará esses tipos de vasos de barro ou argila. Essa substância é capaz de reter água em sua estrutura e ajuda a planta a “passar”.

Assim, sempre terá um lugar úmido e bom para crescer. Lembre-se de investir em recipientes que vazam.

Recipientes de Cerâmica

Orquídeas

A cerâmica também é outra forma de cultivar uma orquídea, além de ser um objeto lindamente trabalhado. No entanto, esse tipo de vaso geralmente não possui furos, o que danificará a planta.

Se você encontrar algum recipiente vazado, principalmente nas laterais, pode usá-lo como quiser.

Outras Opções de Recipientes

Ainda existem muitos tipos de vasos adequados para orquídeas. O importante é que eles permitam um bom fluxo de água. Além disso, esteja ciente do tamanho do recipiente que você escolher.

Muitas pessoas, ao trocar o vaso, costumam escolher um local bem maior do que aquele onde estava a planta. No entanto, isso geralmente promove o crescimento das raízes e atrasa a floração.

Dessa forma, para não acabar com orquídeas sem flores, não ultrapasse o tamanho do vaso. Além disso, a altura do recipiente deve ser de pelo menos o dobro da largura, para não sufocar a planta.

Também é possível usar outros materiais, como um cachecol de madeira, desde que o espaço entre os postes não seja muito grande.

Os vasos almofadados feitos de resinas naturais também são interessantes, desde que recebam um tratamento para remover o tanino. Além disso, tocos de pedra ou madeira virgem e forte podem ser usados ​​também como recipiente para orquídeas.

Curiosidades Sobre as Orquídeas

Orquídeas

Elas não estão na Antártida

Com temperaturas negativas de -40ºC, o clima não permite que nasçam orquídeas na região.

A maior orquídea tem 6 metros

As maiores orquídeas encontradas até agora são do Brasil, principalmente nos estados de Minas Gerais e Bahia, e são chamadas de Epidendrum Scalares.

Não usam outras plantas

As orquídeas não comem ou danificam as árvores em que estão. Essas flores se alimentam de matéria em decomposição, que se acumula nas raízes, usando outras plantas apenas como suporte.

Há um tipo que cheira a chocolate

Diz-se que é uma das coisas mais interessantes para estimular o sistema olfativo. A orquídea chocolate tem um cheiro doce de chocolate, cor marrom e é chamada de Oncidium Sharry Baby ‘Sweet Frangrance’.

Flores geralmente 2 vezes por ano

Não se surpreenda se você não vier florescer todo mês. Florescer apenas uma ou duas vezes por ano é uma característica que faz desta planta uma flor especial, que merece toda a nossa atenção.

Eles vieram da era dos dinossauros

Um fóssil de 80 milhões de anos da família Orchidaceae foi descoberto na República Dominicana.

Veja também:

Como Plantar Petúnias: E Desfrute Dessas Flores Lindas

Como Plantar Hortênsias em seu Jardim

Lavanda em Casa: Entenda como é Fácil e Simples Cultivá-la

Orquídeas: Veja Quais os Melhores Recipientes para Ela

Curtiu este artigo? Então conte para nós no comentário abaixo. Compartilhe com seus amigos e familiares! Para mais conteúdo como este, fique mais perto da gente e siga nossas redes socias: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST.

Clique e adicione Pitada de Saúde ao seu feed do Google Notícias:

Categorizado em: